Acessibilidade
Portal da transparencia

Governo apresenta Programa de Ciência e Tecnologia do Amazonas

O desenvolvimento econômico e social sustentável e responsável da região é a base que orienta o Programa de Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas, apresentado na noite de quinta-feira, dia 26/09, à comunidade acadêmica, no Largo São Sebastião, em parceria com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e Museu da Amazônia (MUSA).  A apresentação do programa, na íntegra, está disponível na página www.seplancti.am.gov.br no item “Ciência, Tecnologia e Inovação”.

“O propósito de tudo nada mais é que melhorar a distribuição de riquezas e as condições de vida da população quanto à educação, saúde e renda”, disse o secretário de estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia Jório Veiga, na abertura do evento.

Elaborado pela Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Seplancti), o programa contempla os princípios de desenvolvimento traçados pelo governador Wilson Lima, na promoção do bem estar das pessoas, a partir de novas oportunidades de emprego e renda associado à exploração sustentável dos imenso potencial de recursos naturais do Estado.

Construído de forma inédita pela rede de órgãos e instituições que formam o sistema de C&T do Estado, o programa tem como foco as estratégias de desenvolvimento econômico, social e territorial, além da consolidação do sistema de C&T como difusor de desenvolvimento e aperfeiçoamento da pesquisa e do ensino superior.

Um dos maiores avanços do novo programa de C&T do Estado é a articulação dos princípios da Agenda 2030, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) ao Plano Plurianual (PPA) 2020-2023, o projeto de planejamento do Amazonas para os próximos quatro anos.

Um dos eixos do programa é o Biópolis, projeto estruturante do PPA 2020-2023 que tem a missão de transformar em riqueza o vasto potencial de recursos da biodiversidade do Amazonas. Envolvendo cinco secretarias de Governo, o projeto prevê a criação de um complexo tecnológico com vertente internacional, educacional, cultural e econômica, a partir de cinco eixos de intervenções: Turismo, Mineração Sustentável, Polos Agroindustriais, Agricultura Peri-Urbana e Produção de Proteínas Alternativas, na esfera do desenvolvimento regional. Em Manaus, está previsto a criação de parques tecnológicos, científico e digital.

Dois desafios foram estabelecidos na definição do projeto: incorporação à  atual matriz econômica (Polo Industrial de Manaus) o desenvolvimento socioeconômico sustentável cuja meta é transformar Manaus em cidade modelo. O outro é incorporar as cidades do interior melhorando as condições de vida, desenvolvendo a economia e distribuindo a riqueza nessas regiões, com meta de transformar esses municípios em “lab-cities”.

No eixo Pesquisa e Formação estão previstas ações de fomento à pesquisa e formação de recursos humanos visando o fortalecimento do sistema C&T. O eixo de popularização da Ciência estão definidas ações para a estruturação e fortalecimento da rede de museus, expansão do sistema C&T e programas de extensão da Universidade do Estado do Amazonas (UEA)

PPA

O  Programa de Ciência e Tecnologia tem assegurado 20 açõe no Plano Plurianual (PPA) do Amazonas 2020-2023. Entre as ações estão a implantação da Central de Produção e Disseminação de Análises e Estatísticas Socioeconômicas, Demográficas e de Base Territorial, o fortalecimento do Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia, a popularização e difusão da C&T, entre outras.